Artigos recentes

Navigation

Relações entre tolerância, preconceito, racismo, discriminação...

Atividade para o curso Educação para as Relações Etnicorraciais, sobre Inclusão.
Sanz procura no conteúdo disponibilizado de relacionar tolerância e intolerância de modo que é possível perceber que devemos cuidar para possíveis limites à tolerância e para o risco de incorrermos na intolerância. Procura indicar alguns conceitos de palavras que por vezes são utilizadas inadequadamente (pra não dizer erradamente).

Relações Entre Tolerância, Preconceito, Racismo, Discriminação...


A intolerância é percebida no manifesto de oposição à características próprias de um grupo, estas características são exemplificadas no texto, fortemente pela religião e pela cultura. Segundo o autor tolerância (Sanz, 2011, p. 11) “significa basicamente convivência e inclusão entre raças, etnias e culturas diferentes”. Então, considerando próximo de um antônimo tolerância/intolerância, pelo prefixo, este último seria a negação à convivência e inclusão entre raças, etnias e culturas diferentes. O texto trata de exemplificar casos em Goiás da intolerância frente à religião.

Se for tolerante é estar de acordo com o que Sanz indica, é possível que não seja o bastante para não haver racismo ou preconceito. O Brasil tem ainda encravado, fortes marcas do racismo e do preconceito, vivenciamos exemplos e não é raro... O que indica que a tolerância para muitos é limitada e então ser tolerante não o livra do racismo e do preconceito.

Cita-se da liberdade e de até aonde vai a tolerância, ela vai até onde cabe o nível de racismo, de preconceito de cada um... Neste momento recai-lhe a discriminação.

Creio que é preciso compreender que cada um é livre para construir-se, e ao mesmo tempo existem influências de diversos fatores nesta ‘liberdade’ que conduz um indivíduo para determinados caminhos e ele mesmo poderá modificá-los ou assumir novos caminhos. Considerando a tolerância a parte de questões religiosas, deixa-se de tocar em um ponto que a história revela ser crítico, que é a defesa de crenças, de práticas, de culturas e ritos religiosos tão fortes para as gerações que fizeram nosso mundo.

Não é que devemos ser multiculturais, multireligiões, multi..., multi..., mas que a tolerância esteja na parceria do respeito, e isso nos conduz ao conhecimento, que considero como uma das maiores forças contra a intolerância, o racismo, o preconceito e então a discriminação, geradores de tantos outros conflitos entre povos.




Trecho de uma atividade proposta no curso de Educação para as Relações Etnicorraciais.

Proposta: conforme o material preparado para este módulo ERER, em que consiste a tolerância? Ainda segundo esse mesmo material, como estão relacionados os conceitos de tolerância, racismo e discriminação? Você acredita na possibilidade de uma defesa da tolerância em que a argumentação seja independente de assumir uma verdade emanada de Deus? Argumente e defenda suas respostas.



Charles Bastos

Comente este artigo:

2 comentários: