Artigos recentes

Navigation

NeuroMat - Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão em Neuromatemática

A Neuromatemática é um campo de estudo da Neurociência, que busca por meio de dados experimentais ampliar a teoria da Neurociência.
O NeuroMat é um centro de pesquisa financiado pela FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), estabelecido em agosto de 2013 na USP (Universidade de São Paulo), que integra a modelagem matemática e a neurociência teórica. O NeuroMat surge sob a responsabilidade do professor Jefferson Antonio Galves (IME - Instituto de Matemática e Estatística da USP). O centro está amparado para vigência de 5 anos, ou seja, até julho de 2018.

O professor Jefferson afirma que o NeuroMat é "um centro de matemática pura, inspirado nas questões que a neurobiologia nos coloca".

NeuroMat - Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão em Neuromatemática

O que é Neuromatemática?


Texto original de Aline Naoe - Neuromatemática, a nova ciência do cerébro.

Neuromatemática é uma nova ciência do cérebro, que surge justamente de estudos do professor Jefferson Antonio Galves (IME), idealizador do NeuroMat, procurando interpretar de estudos da neurociência em nível elevado de abstração dados obtidos em experimentos laboratoriais. 

Neuromatemática é então um campo da neurociência que se dedica a sanar o problema desta área do saber, que é rica em dados e pobre em teoria. A busca por sanar esse problema através de novos modelos matemáticos que deem conta dos dados experimentais observados, está também em um novo campo da matemática.

Sobre o NeuroMat

Texto resumo sobre a proposta disponível na biblioteca virtual da USP.

A proposta foi a de criação de um centro de matemática, integrando modelagem matemática com pesquisa básica e aplicada na fronteira da neurociência. A proposta responde à crescente importância da matemática na neurociência teórica. Importante motivação para a criação do centro é a grande quantidade de dados que os laboratório de pesquisas são capazes de gerar atualmente e cuja análise depende de novos modelos matemáticos.

Também, o desenvolvimento de linguagens e estruturas matemáticas adequadas é essencial para desenvolver teorias explicando os fatos experimentais e sugerindo predições que possam ser testadas. A neurociência vive atualmente uma situação de desequilíbrio, entre uma grande capacidade de produzir dados experimentais e uma insuficiente capacidade de compreensão teórica. Ela é rica em dados, porém pobre em teoria. A matemática é a chave para fazer a ponte entre dados e explicação.

NeuroMat - Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão em Neuromatemática

O projeto visa construir um centro de pesquisa avançada em neurociência teórica, reunindo uma equipe de ponta composta de matemáticos, cientistas da computação, neurocientistas e clínicos especialistas em reabilitação. A estrutura de pesquisa do centro foi desenhada para atender várias condições.
  • Não se limitar a uma área particular da matemática. Isso explica as diferentes especialidades dos matemáticos da equipe.
  • Desenvolver modelos que contribuam para a compreensão dos fatos experimentais, em vez de simplesmente fazer descrições fenomenológicas. Quer-se um rela entendimento e capacidade de predição. Isso exige uma colaboração com especialistas nas áreas aplicadas da neurociência. Por isso, a equipe tem especialistas em registro de dados neurais, junto com especialistas em doenças neurológicas.
  • Deve produzir algoritmos e procedimentos eficientes, que possam ser usados e confrontados aos dados. Por isso na equipe há cientistas da computação.
  • Deve levar ao desenvolvimento de produtos úteis aos profissionais da área médica e saúde pública. Assim há na equipe, especialistas em neuro-reabilitação e políticas públicas para pacientes que sofreram AVC.

O foco do plano de transferência de tecnologia e inovação do projeto é o desenvolvimento de produtos para a saúde pública em neuro-reabilitação. Isso inclui a criação e análise de uma base de dados para o suporte ao diagnóstico clínico e acompanhamento de pacientes. O plano de difusão do conhecimento inclui a criação de cursos e oficinas destinados a estudantes de todos os níveis, professores de escolas públicas e jornalísticas.

Procure por mais informações sobre o NeuroMat e sobre a Neuromatemática no site que abriga as informações a respeito (NeuroMat - http://neuromat.numec.prp.usp.br/pt-br/projeto_cientifico). Muitas informações estão em inglês, mas para quem se envolve com a inclusão, a psicopedagogia, a neurociência e outras áreas relacionadas é uma ótima fonte de leituras e quem sabe você possa seguir mais a frente como bolsista ou pesquisador em favor da Neuromatemática.

Charles Bastos

Comente este artigo:

0 comentários:

Os comentários neste blog são moderados pelo autor. Leia sobre a política de comentários.